terça-feira, 12 de agosto de 2014

7 dicas para procurar, testar e encontrar o seu batom dos sonhos

Confira 7 dicas para escolher o batom certo e não transformar uma tarde de compras em uma maratona de indecisões

Aplicando batom (Foto: Imaxtree)

O batom da estação é o vinho, mas poderia ser o fúcsia, o laranja ou o eterno vermelho. Com a mudança de tendências, é muito difícil resistir a uma comprinha (nem tão) básica na loja de cosméticos mais próxima. Nesses impulsos, é mais que comum arrematar uma cor ou acabamento que nem sempre combina com nossa pele ou estilo. Por isso, separamos algumas dicas para acertar o tom e arrasar nos bold lips.


Preparando a pele
A cor pode até ser incrível, mas se seus lábios estiverem ressecados e descascando o efeito vai ser péssimo. Por isso, prepare-os para a maratona de swatches que terão pela frente. A makeup artist Ashleigh Ciucci recomenda misturar açúcar e vaselina e esfregar nos lábios para retirar todas as células mortas e atingir o potencial máximo daquele batom.

Olhe a fórmula
O básico do básico: saiba o que vai naquele batom. Pode ser que exista ali algum ingrediente ao qual você é alérgica ou que vá contra seu modo de vida (alguns batons ainda levam produtos derivados de animais, como cera de abelha, o que não é legal para vegetarianos, por exemplo). Além disso, algumas fórmulas carregam metais pesados e outros químicos não tão gentis com o organismo.

Caprichando no look
Para que você quer esse batom? É para sair? Para trabalhar? Pense nisso e escolha um dos seus outfits mais usados nessa ocasião para testar o batom. Não que você tenha que ir com um look body-con e saltos estratosféricos para o shopping para escolher o batom para a balada, mas tente usar as cores e modelos que mais saem do armário para ver se o conjunto fica harmônico.

Higiene, sempre!
Todo mundo já viu aquela pessoa que entra na loja de cosméticos para se produzir para a noite e usa todas as amostras do balcão. Agora, se essa pessoa fez isso na sua frente, imagine quantas fizeram antes dela! Por isso, foco na higiene: antes de provar um batom nos lábios (com pincel descartável), peça para a vendedora derramar um pouco de álcool na bala do produto e raspe a parte mais externa. O que vier embaixo é o que vai no pincel. Se mesmo assim você não confiar na história daquele batom, teste a cor na ponta dos dedos: é a que mais se aproxima à dos lábios.

Evitando o efeito palhaço
Se você for do tipo decidida, talvez isso nem se aplique, mas caso você seja cheia das incertezas, essa dica é fundamental. Faz parte do último grupo? Então carregue sempre seu próprio demaquilante - para peles sensíveis ou para a região dos olhos - e, quando for remover o batom, deixe o algodão embebido em demaquilante por alguns segundos em cima dos lábios e só depois esfregue, para dissolver bem. Sua pele será agredida por todos os produtos e lenços removedores e você não vai querer jogar um produto a base de álcool por cima. Afinal, o único vermelho deve ser o do batom e não o da alergia, não é?

Dando uma voltinha
A luz da loja não é a mesma da luz da sua casa e com certeza não é a mesma da balada ou do escritório. Se você quer mesmo acertar naquele tom, tente dar uma volta com o produto nos lábios para ver como a cor reage a diferentes tipos de iluminação. Se for de dia, e a situação permitir, saia ao ar livre com um espelho na mão e veja o resultado: a luz do sol é completamente diferente da luz artificial. Não se guie tanto por "pele amarela, tons quentes; pele rosa, tons frios" e sim pelo que ficou bem e agradou.

Use e abuse
Escolheu a cor, mas não está afim de reaplicar o produto a cada gole d'água? Acha que ele pode descascar e ressecar os lábios? Teste sua duração e uso: coma alguma coisa, converse bastante, tome um café e, por que não, pegue um cinema com seu significant other (se os dois sairem com a cara pintada, talvez seja um mau sinal).

Matéria baseada em texto publicado pela revista Allure.

Postagens populares